Ao todo ele fez 305 gols com a camisa do Timão, durante 550 jogos, entre os anos de 1945 e 1957. O Maior Artilheiro do Corinthians era muito rápido, habilidoso e um excepcional cobrador de faltas e pênaltis…

Foi o líder de uma equipe considerada genial, que somou mais de 100 gols no início dos anos 50 e era composta por um elenco formado pelos atletas Baltazar, Luizinho, Simão e Carbone.

Já sabe de quem estamos falando?

O Gerente” ou para os menos íntimos, Cláudio Christóvam de Pinho!

Reprodução: Google

No Corinthians…

Ele fez sucesso para além dos gols. Conquistou três Taças Rio-São Paulo (1950, 1953 e 1954) e três Campeonatos Paulista (1951, 1952 e 1954) durante seus 12 anos de Clube.

O 1º gol foi marcado em 1945, no dia 18 março, em um empate por 1 a 1 contra o Palmeiras, pela Taça São Paulo, no estádio Pacaembu.

Era considerado um jogador de muita visão e liderança, sendo considerado o técnico dentro dos gramados, justamente por isso recebeu o apelido.

A última partida pelo Timão aconteceu em 1957, na final do Campeonato Paulista.

Depois disso, assumiu o posto de técnico do time e ficou no cargo por 14 meses.

Em seguida, voltou aos gramados ao ser contratado pelo São Paulo, onde jogou entre os anos de 1959 e 1960. Mas, sem o mesmo sucesso.

Na Seleção Brasileira…

Cláudio vestiu também a camisa da Seleção Brasileira e foi campeão sul-americano em 1949.

Só não foi chamado para as Copas do Mundo desses anos porque elas não aconteceram devido à questões políticas globais. O que foi considerado por muitas uma Injustiça.

Tanto é que em 1950 tornou-se um dos melhores pontas do país ao lado de Tesourinha.

Mesmo sem essa chance, Cláudio chegou a participar de 12 jogos vestindo a camisa amarelinha e marcou 5 gols com ela.

Cláudio morreu em 2000, vítima de uma ataque cardíaco, em Santos, cidade onde nasceu.

Em outros clubes…

Além de ter jogado no São Paulo, Cláudio começou a carreira no Santos, onde jogou por dois anos consecutivos (1940 e 1941).

Depois, antes de ir para o Corinthians, jogou também no Palmeiras (1942 e 1943),onde venceu títulos.

Voltou a jogar no Santos (1943 e 1944), para só depois chegar ao Corinthians e se consagrar nos gramados.

Com informações do wikipedia

Vamos Fiel, deixe sua opinião abaixo e nos ajude a melhorar, COMENTE!

Loucos do Bando comentaram!